Abas

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Blood Money - Aborto legalizado


Estivemos ontem, dia 05 de novembro, no pré-lançamento do Filme Blood Money-Aborto legalizado.

Um documentário corajoso e esclarecedor sobre a "indústria" de abortos que existe nos Estados Unidos. Apesar de falar sobre a realidade americana, onde o aborto é legalizado há 40 anos, os depoimentos são muito válidos para nós brasileiros.

Se você vai ao cinema apenas pensando em diversão, esta é a chance de começar a por o cérebro em funcionamento. Neste documentário, o sangue aparece apenas como detalhe mínimo, para ilustrar o sofrimento da mulher e da criança, covardemente atacada e sem nenhuma chance de defesa.

O documentário, Blood Money – Aborto Legalizado” traz depoimentos de médicos e outros profissionais da área, de pacientes, cientistas e da ativista de movimentos negros dos EUA, Alveda C. King, sobrinha do pacifista Martin Luther King, que também apresenta o documentário. Dra. Alveda é envolvida em discussões sobre o mecanismo de controle racial nos EUA – o maior número de abortos é realizado nas comunidades negras.

http://www.youtube.com/v/mx3ZHc54RE4?autohide=1&version=3&showinfo=1&attribution_tag=JBciJbTB0epehQyMKrlkjA&autohide=1&autoplay=1&feature=share


Ao final do filme, resta apenas um silêncio incômodo, que devemos quebrar, para defender a vida e tentar nos melhorarmos como seres humanos.

É um momento muito oportuno, pois apesar de a maioria dos brasileiros ser contra esta prática, a mídia e os nossos políticos estão manobrando as opiniões, de modo que muitos já questionam se é válido deixar nascer alguém indesejado que no futuro  poderá se tornar um ladrão que ameaçará sua família, ou um mendigo que pesará na nossa sociedade. Devemos optar pela legalização? E as consequências físicas, morais e espirituais a quem o praticou?

Como somos espíritas, já optamos pela vida e queremos lembrar uma mensagem que rola há muito na internet...você provavelmente já recebeu:

que recomendarias ou pensas que se deve fazer perante os seguintes cinco casos de gravidez?
1. O pai é asmático, a mãe está tuberculosa. Têm quatro filhos. O primeiro é cego, o segundo é surdo, o terceiro morreu e o quarto tem tuberculose. A mãe está grávida de novo. Recomendarias o aborto nesta situação?
2. Um homem branco viola uma menina negra de 13 anos e esta ficou grávida. Se fosses o pai desta jovem, recomendavas-lhe o aborto?
3. Uma senhora está grávida; já tem muitos filhos, dois deles morreram, o seu esposo está na guerra e a ela resta-lhe pouco tempo de vida. Recomendarias o aborto a esta senhora?
4. Uma jovem americana grávida é separada de seu amado, um sírio. Não tem condições de criar o filho sozinha. Vale a pena continuar gestação?
5. Uma jovem está grávida; não está casada e o seu noivo não é o pai do bebé que está esperando. Recomendarias que abortasse?
Se respondeste SIM em alguma das situações anteriores, lê o seguinte:
No primeiro caso:
O pai asmático e a mãe tuberculosa tiveram quatro filhos: o primeiro cego, o segundo surdo, o terceiro morreu e o quarto tinha tuberculose. A mãe estava grávida de novo. Terias morto: Beethoven.
No segundo caso:
Um homem branco viola uma menina negra de 13 anos e esta ficou grávida. Terias assassinado uma das cantoras negras mais famosas: Ethel Walters
No terceiro caso:
Uma senhora está grávida; já tem muitos filhos, dois deles morreram, o seu esposo está na guerra e a ela resta-lhe pouco tempo de vida. Te teria tocado assassinar um ser muito humano, um pastor de almas: João Paulo II
No quarto caso:
A jovem não abortou o gênio Steve Jobs,fundador da Apple, empresa que encanta o mundo com seus aparelhos incríveis.
No quinto caso:
Uma jovem está grávida; não está casada e o seu noivo não é o pai do bebé que está esperando. E terias assassinado: Jesus Cristo

O filme estréia dia 15 de novembro. Recomendo muito que todos o assistam, por todos os motivos do mundo:  para conhecermos mais sobre o assunto, para apoiar quem teve a coragem de produzir, distribuir e participar deste documentário e finalmente, para dar uma chance do filme sobreviver mais de uma semana, possibilitando que mais pessoas possam assisti-lo

Um comentário:

  1. muito interessante,legal se todos divulgar...assistir a este filme....mais uma oportunidade de aprendizado!

    ResponderExcluir